Blog

Universidade de Lajeado irá gerar sua própria energia

O complexo educacional do Centro Universitário Univates, em Lajeado, irá gerar sua própria energia a partir da usina solar construída no seu campus. O projeto, que será inaugurado neste mês, começou há alguns anos com poucas placas solares, o que já permitiu seu cadastro na Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). No entanto, eram apenas dez painéis fotovoltaicos, agora serão cerca de mil placas. O sistema tem capacidade para gerar 237,12 kWp, quantidade que seria suficiente para abastecer cem residências.

“Nossa experiência em escala menor proporcionou que pensássemos em escala maior”, explicou o professor doutor Odorico Konrad, em referência aos primeiros testes feitos com energia solar na universidade. Segundo ele, o projeto é mais uma demonstração do compromisso que uma instituição de ensino deve ter para o desenvolvimento de tecnologias que tragam benefícios a toda a sociedade.

O Parque Científico e Tecnológico do Vale do Taquari – Tecnovates já ganhou os painéis solares. De acordo com a universidade, eles estão espalhados por uma área de 5.200 metros quadrados, que abriga laboratórios, auditórios, salas de reunião, capacitação, espaços de convivência e lanchonete.

“Além de colaborar com o meio ambiente, o projeto também proporcionará economia para a instituição, em longo prazo, no quesito de consumo de energia”, comemorou o pró-reitor administrativo da Univates, Oto Moerschbäecher. O projeto conta com o suporte da empresa alemã Ralux, responsável pela instalação do sistema.

Fonte: CicloVivo

Compartilhe:
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on Pinterest