Blog

Os benefícios da dança para o corpo e a mente

Todo mundo sabe que dançar faz bem para o corpo e para a mente A dança, além de liberar a endorfina, melhora também o astral, trabalha a habilidade física, a coordenação motora, o condicionamento físico e a flexibilidade. Segundo a fisioterapeuta e professora de dança Regina Calil e o ginecologista e consultor José Bento, a dança é uma terapia em forma de atividade física.

Para Regina Calil o movimento cura. A dança é um remédio contra a depressão. A atividade física também está ligada ao fluxo menstrual. Quanto mais exercício, aliado à dieta balanceada, menos gordura no corpo, portanto, menos estrogênio também. O endométrio fica menos estufado e o volume de sangue é menor.

A dança pode ser uma grande aliada da TPM. Para quem fica deprimida, a dança pode ser uma opção por conta do convívio social e das músicas alegres. Já para as agressivas, a dança também pode ajudar a colocar a raiva para fora e melhorar o humor.

Veja principalmente para quem a dança é indicada:

Pessoas com sobrepeso

A dança ajuda a perder peso, mas pessoas com sobrepeso precisam de cuidados especiais. O aluno deve fazer uma adaptação para conseguir mobilidade e não machucar a coluna.

Atividade física pós-parto

A quarentena é importante e existe. O ideal é esperar esse tempo de 40 dias. Depois, o ginecologista pode liberar a mamãe para a atividade física e sexual.

Gravidez

Durante a gravidez, a dança pode melhorar os desconfortos. No parto, ela também é muito importante. Após o parto, a mãe pode usar o sling para criar a conexão com o bebê, mas sempre com movimentos vagarosos.

Fonte: Bem Estar

Compartilhe:
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on Pinterest