Blog

30/jan

No verão, mantenha a hidratação e evite alimentos de origem animal

Tanto o verão quanto o inverno são as estações do ano que mais dividem opiniões por se tratarem dos extremos. Ou é muito frio ou muito calor. O verão de 2015 tem sido o mais quente dos últimos 14 anos no Rio Grande do Sul e esse calorão todo traz alguns desconfortos. As grávidas são as que mais sofrem. Isso porque, de acordo com os médicos, a gravidez já aumenta normalmente a temperatura corporal das mamães de meio a um grau.

As gestantes também sofrem mais enjoos no calor porque ficam mais sensíveis aos efeitos hormonais. Para amenizar a temperatura, a orientação é que as futuras mamães chupem gelo ou picolé, comam frutas cítricas e se alimentem a cada três horas.

E a atenção com a hidratação deve ser redobrada. No verão, casos de pedra no rim aumentam 30%. Para prevenir o surgimento das pedras se deve aumentar a ingestão de água e diminuir o consumo de sal, carnes e frituras. A perda de líquido corporal causada pelo suor e os excessos na alimentação influenciam na quantidade de impurezas que os rins precisam filtrar.

Por isso, mantenha-se hidratado, com ingestão média de dois a três litros de água por dia. Prefira sucos cítricos que originam o citrato, com ação que impede a formação de pedras. Evite os excessos de consumo de carne ou produtos de origem animal como manteigas. Nas refeições, diminua a ingestão de sal. Evite alimentos embutidos ricos em sódio, além de industrializados.

Fonte: Bem Estar

Compartilhe:
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on Pinterest