Blog

Cuidando dos garrafões

Nem todos sabem, mas esse garrafão de 20 litros de água mineral que você tem aí na sua casa é retornável e reutilizável. Isso significa que ele não é utilizado apenas uma vez, mas várias, sendo reenvasado com água mineral natural para voltar à sua casa. É por isso que seu distribuidor, quando vai te entregar uma bombona cheia de água, leva a vazia de volta. O garrafão que estava aí volta para a linha de produção para ser novamente envasado.

Isso diminui o número de garrafões de plásticos circulando por aí, o que também evita que eles sejam descartados de forma indevida e poluam o meio ambiente. Por isso, é necessário extremo cuidado no seu manuseio para que continuem utilizáveis por muito tempo.

É claro que esses garrafões são rigorosamente limpos antes de voltar para o seu bebedouro. Na linha de produção da Água Mineral Natural Itati, os garrafões passam por um processo cuidadoso de higienização para que a água não seja contaminada por bactérias e continue pura e de qualidade. Contudo, esse não é um trabalho só nosso.

Antes de ir para a linha de envase, os garrafões são avaliados um a um para detectar odores, amassados, e outros aspectos que possam contaminar a embalagem e torná-los impróprios para uso. Por isso, é de extrema importância seguir essa regra: não colocar outros líquidos dentro da bombona de água mineral natural. Enchê-lo com refrigerantes, sucos ou bebidas alcóolicas, por exemplo, pode comprometer a qualidade da sua água, já que essas garrafas devem retornar à linha de produção. Outros líquidos deixam resíduos nos recipientes que podem passar para a água, deixando-a com cheiro e gosto estranhos. E caso esses líquidos penetrem nas paredes do garrafão, fica ainda mais difícil detectar a contaminação.

Também nunca devemos deixar os garrafões em contato com solventes, combustíveis, poeira e animais para que ele não seja contaminado por bactérias que podem passar para a água, além de inutilizar o recipiente.

Mas os garrafões não duram para sempre. Cada um tem validade de 3 anos, e ele só pode ser reenvasado durante esse período. Caso ele apresente alguma irregularidade, seu tempo de vida útil é ainda menor. E o que acontece com as bombonas descartadas? Como nossa preocupação com a preservação do meio-ambiente é séria, elas vão para a reciclagem, claro! Mas esse já é um assunto para outro post!

Compartilhe:
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on Pinterest